Uso do avelós no tratamento oncológico

Dando seqüência ao nosso especial sobre medicina alternativa, hoje o farmacêutico Manoel Pinheiro, da Oncomédica, traz um artigo sobre o Avelós, uma pequena árvore que costuma ser utilizada como planta medicinal.

Tamanho da letra:
A
A
    
Links permanentes:
    
Publicado em: 07/10/2008

Dando seqüência ao nosso especial sobre medicina alternativa, hoje o farmacêutico Manoel Pinheiro, da Oncomédica, traz um artigo sobre o Avelós, uma pequena árvore que costuma ser utilizada como planta medicinal.

O Avelós é popularmente conhecido como pau-pelado, coroa-de-cristo, cachorro-pelado, árvore-lápis e graveto-dodiabo. Em seu artigo, o farmacêutico alerta para o fato de que a planta, muito estudada por pesquisadores, ainda figura na lista de plantas tóxicas da Fundação Oswaldo Cruz, já que o látex presente em suas ramificações pode causar irritações na pele e, quando em contato com os olhos, pode acarretar até cegueira.

?Historicamente, há relatos da utilização do látex retirado dos ramos do avelós na medicina popular para tratamento de alguns tipos de câncer e pesquisas em fase inicial (in vitro e animais) atribuem atividades anti-tumoral e imunomoduladora à planta. Entretanto, ainda não existem estudos científicos conclusivos que atestem a sua eficácia clínica e nem qual seria a dose exata do látex que traria efeito benéfico, sem efeitos tóxicos?, afirma o farmacêutico em seu artigo.

Clique aqui para conferir a íntegra do artigo.

Matérias Relacionadas - Especial Medicina Alternativa

Portal Oncomédica lança especial sobre "remédios naturais"

Verdades e mitos sobre o noni


Clarissa Poty
07.10.2008

Comentários
Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Deixe seu comentário
Nome *
Email *
Seu comentário *
Saiba mais
Sacada legal
"Passado não é aquilo que passa, é aquilo que fica do que passou".
- Alceu de Amoroso Lima
Onde estamos
Rua Paissandu, 1894 - Centro
CEP: 64001-120 / Teresina-PI
Segunda a Sexta de 7h as 19h
(86) 3216-1122